A marionete como metáfora do corpo dançante: um convite à percepção

Sandra Meyer

Resumo


O artigo propõe reflexões acerca da metáfora da marionete no campo da
dança. A associação com questões sobre o vivo/inanimado vem propiciando modos de percepção e organização do movimento em novas abordagens do corpo dançante. O texto destaca a presença desta metáfora na recente produção de dança contemporânea no Brasil, com enfoque nas proposições desenvolvidas por duas companhias, Grupo Cena 11 Cia de Dança, de Florianópolis e a Cia Marta Soares, de São Paulo.

Palavras-chave: Dança; metáfora; marionete; percepção.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5965/2595034701072010125

Direitos autorais 2018 Móin-Móin - Revista de Estudos sobre Teatro de Formas Animadas



Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

INDEXADORES, DIRETÓRIOS E BASES DE DADOS: