Bunraku – patrimônio cultural imaterial

Yasuko Senda

Resumo


Bunraku. Lugar onde os bonecos explicam as emoções humanas melhor
do que os seres humanos. Como a Opera dei Pupi, na Sicília, Itália, e o Wayang, na Indonésia, o Ningyo Joruri Bunraku foi considerado como Patrimônio Imaterial da Humanidade pela UNESCO em 2003 e inserido na lista em 2008. Trata-se de uma das artes de palco tradicionais do Japão, que teve início no século XVII e mantém-se até hoje através da história e da cultura japonesas. Ele mescla narrativa, música e bonecos, cada um operado por três bonequeiros. Os bonecos atraem a atenção de pessoas de
todo o mundo, pois conseguem mostrar as emoções humanas na cena de forma realista.

Palavras-chave: Japão. Bunraku. Teatro de Bonecos.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5965/2595034701152016196

Direitos autorais 2018 Móin-Móin Revista de Estudos sobre Teatro de Formas Animadas



Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

INDEXADORES, DIRETÓRIOS E BASES DE DADOS: