A Construção Simbólica na Gestão da Marca Havaianas

Gabriela Botelho Mager, Alberto Cipiniuk

Resumo


Considera-se a contemporaneidade como a era das marcas, na qual é onipresente e onipotente. O objetivo desta pesquisa foi o de estudar o lugar social da marca na contemporaneidade, configurado nas esferas sociais e culturais, a fim de identificar a ocorrência do processo de valorização de sua imagem. O capital simbólico eleva o capital econômico e cria uma relação de identidade com seus clientes.  O massivo investimento em comunicação nos diversos meios faz com que haja inculcação da marca nas mentes e a inclui no habitus da sociedade. Apresenta-se o estudo de caso da gestão da marca Havaianas que conseguiu transformar em duas décadas o seu valor simbólico de popular a cultuado por todas as classes sociais. Como resultado, a marca gera a identidade, estabilidade, sacia desejos e une os grupos sociais.


Palavras-chave


branding de moda, economia simbólica, design

Texto completo:

PDF

Referências


BOURDIEU, P. A Economia das trocas simbólicas. São Paulo: Perspectiva, 2005.

BOURDIEU, P. A Produção da crença – contribuição para uma economia dos bens simbólicos. Porto Alegre: Zouk, 2006.

BOURDIEU, P. A Distinção – crítica social do julgamento. São Paulo: Edusp; Porto Alegre: Zouk, 2008.

GOMES, F. R. Difusão de Inovações, Estratégia e a Inovação: o Modelo D.E.I. aplicado ao Caso Havaianas. Disponível em: . Acesso em: 26 jul. 2010.

HEILBRUNN, B. A logomarca. São Leopoldo: Editora Unisinos, 2002.

HSM Management. Havaianas com o mundo a seus pés. Edição 48 . Jan- Fev 2005. Disponível em: . Acesso em: 25 mai. 2011.

LIPOVETSKY, G; ROUX, E. O Luxo Eterno: da Idade do Sagrado ao Tempo das Marcas. São Paulo: Martins Fontes, 2005.

MARIE CLAIRE. Havaianas e Jóias. Edição 10. Novembro 2010.

SEMPRINI, A. A marca pós-moderna. Poder e fragilidade da marca na sociedade contemporânea. São Paulo: Estação das Letras, 2006.

SETTON, M. da G. J. A teoria do habitus em Pierre Bourdieu: uma leitura contemporânea. Revista Brasileira de Educação. Maio/Jun/Jul/Ago 2002, nº 20, p.60-70.

VEJA ON LINE. Legitimamente fashion. .

VEJA ON LINE. Os chinelos foram só o começo.

HAVAIANAS. Site Oficial – história da marca. Disponível em: . Acesso em: 20 jun. 2010.

HAVAIANAS E O LANÇAMENTO DE GALOCHAS. Disponível em: . Acesso em: 30 mai. 2011.

HAVAIANAS E O OSCAR 2003. Comentários de Carlos Merigo. Disponível em: . Acesso em: 20 mai. 2011.

HAVAIANAS E O OSCAR 2007. Acesso em: 30 mai. 2011.

WOLFF, J. A produção social da arte. Rio de Janeiro: Zahar, 1981.

YIN, R. K. Estudo de caso. Planejamento e métodos. Porto Alegre: Bookman, 2003.




DOI: http://dx.doi.org/10.5965/1982615x11222018381

Direitos autorais Gabriela Botelho Mager

Licença Creative Commons

      http://www.revistas.udesc.br/public/site/images/rocha1/ceart1.png