Experimentações fotográficas e fotoclubes

Priscila Miraz de Freitas Grecco

Resumo


O presente artigo discute a importância dos fotoclubes para a história da fotografia. Seu surgimento data de fins do século XIX, e podemos exemplificar seu projeto ideológico como o de elevar a fotografia à categoria de arte através de intervenções radicais em sua própria expressão. Já no século XX apontaremos o Foto Cine Clube Bandeirantes, em São Paulo, que se firmou como o começo da fotografia moderna no Brasil. Para tanto, utilizaremos a História Visual, tal como explicitada por Ulpiano Bezerra de Menezes, e o conceito de fotografia expandida, de Rubens Fernandes Júnior. Dessa foram, podemos obter um ângulo privilegiado de abordagem do social, a imagem fotográfica, e também uma maior percepção dos meios de construção dessa imagem que será inserida na sociedade através de uma Cultura Visual.


Palavras-chave


fotografia; fotoclubes; experimentações

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5965/1808312906082011306



Direitos autorais 2011 Priscila Miraz de Freitas Grecco

URL da licença: https://creativecommons.org/licenses/by/4.0/

Indexadores, diretórios e bases de dados

                   


Revista DAPesquisa - Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC - Centro de Artes - CEART

Endereço: Av. Madre Benvenuta, 1907 - Itacorubi - Florianópolis - SC - CEP: 88035-001

Email: dapesquisa@gmail.com       

ISSN 1808-3129

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 Software de verificação de originalidade e prevenção de plágio