Exercitando a criatividade em Cálculo Diferencial e Integral

Eliane Bihuna de Azevedo, Elisandra Bar de Figueiredo, Pedro Manuel Baptista Palhares

Resumo


Este trabalho tem por objetivo compartilhar uma tentativa de aliar a atividade de formulação de problemas (FP) às aulas de Cálculo Diferencial e Integral (CDI). Nesse texto, iremos fazer um comparativo dos tipos de problemas formulados visando atender duas soluções de situações, se esses atenderam ao que lhes fora proposto e se as resoluções solucionam os problemas elaborados pelos monitores e pelos alunos de CDI.  O primeiro experimento foi realizado com os monitores de CDI em um único dia e as atividades foram realizadas em duplas/trios. E, no segundo experimento, as mesmas atividades de FP foram propostas, pela primeira autora, aos seus alunos de CDI, mas na modalidade de um fórum de discussão na plataforma Moodle e foi deixado a critério dos estudantes se fariam o trabalho de forma individual ou em grupo. Após essas duas experiências, no atual semestre, a professora reformulou a forma de propor o trabalho de FP. Estão sendo exigidos trabalhos em grupo e não na modalidade de fórum, pois houve pouca interação entre os membros, porque os alunos relataram não se sentirem a vontade de comentar/questionar o trabalho dos colegas. Como professores-pesquisadores julgamos importante incorporar as atividades de formulação de problemas à sala de aula, pois, além do estudante poder exercitar a sua criatividade para formular um problema, é necessário conhecer muito da teoria para conseguir criar um problema e ainda fazer à conexão com os conteúdos estudados na disciplina.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.