DO CAMP AO QUEER: DE FLÁVIO DE CARVALHO A ANA MENDITA

Jackes Selistre, Rosa Blanca

Resumo


Pretende-se neste trabalho fazer um recorte da cena artística queer destacando as
seguintes obras: Experiência nº3 (1956), de Flávio de Carvalho; e, Facial Hair Transplant (1972), de Ana Mendieta. Busca-se através dessas obras a reflexão a fim de DESconstruir e DESnaturalizar as imposições de gênero, bem como observar a importância dos estudos queer na década de 90 em que questionaram a hegemonia heterossexual no seio de uma sociedade patriarcal. É refletir acerca da
naturalização de algo que foi socialmente construído, que não é inerente aos humanos.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Jackes Selistre, Rosa Blanca

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

---- Revista Ciclos ---- Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais - PPGAV ---- Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC ---

 Av. Madre Benvenuta, 1907, Bairro Itacorubi ---Florianópolis, SC --- CEP 88.035-001