OBJETO MUSEOLÓGICO: MITO, DEMASIADO MITO

Fernanda do Canto

Resumo


O presente artigo trata de um encadeamento de ideias construído por meio de
aforismos, parafraseando a obra “Humano, demasiado humano” de Friedrich Nietzsche. A partir desse estilo fragmentário de relacionar informações, desenvolve-se uma compreensão do objeto de museu como uma forma de construção e empoderamento social intencional.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Fernanda do Canto

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

---- Revista Ciclos ---- Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais - PPGAV ---- Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC ---

 Av. Madre Benvenuta, 1907, Bairro Itacorubi ---Florianópolis, SC --- CEP 88.035-001