Padrões em contextos visuais e/ou figurativos: um estudo a partir das provas da OBMEP

Jussara Aparecida da Fonseca, José Carlos Pinto Leivas

Resumo


O presente trabalho tem por objetivo analisar como as Olimpíadas Brasileiras de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP) têm explorado padrões visuais e/ou figurativos nas provas da primeira fase, realizadas com alunos do 6º e 7º anos do Ensino Fundamental (nível I). Partindo de uma fundamentação teórica sobre a conceituação, a classificação e a exploração de padrões no processo de ensino e aprendizagem matemática, identificamos questões presentes nas provas do nível I, realizadas entre 2005-2018, e as analisamos a partir de categorias relacionadas com as estratégias necessárias para suas respectivas resoluções. Como resultado, observamos que as questões propostas nas provas remetem tanto a padrões visuais e/ou figurativos de repetição quanto de crescimento, sendo que as estratégias necessárias para a resolução mostraram que é possível incentivar a observação e o reconhecimento de regularidades ou padrões desde os primeiros anos de escolaridade, acarretando benefícios na construção de outros conceitos matemáticos como, por exemplo, a noção de função.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5965/2357724X07132019060