Números complexos na aritmética da Emília? Uma leitura conceitual do termo números complexos a partir do contexto Histórico da Educação Matemática

Adriel Gonçalves Oliveira, Sérgio Candido de Gouveia Neto

Resumo


Este artigo tem como objetivo fazer uma reflexão sobre o tema números complexos, assunto presente nas aritméticas do início do século XX. Nossa opção de análise pautou-se na intertextualidade entre os diferentes textos da época que arremetiam ao ensino de aritmética. Para tanto, foram considerados livros como a Aritmética da Emília de Monteiro Lobato, algumas Aritméticas de diferentes autores da época: de Trajano, de Irmão Isidoro Dumont, de Euclides Roxo e de Souza Lobo. Havia muitas diferenças entre os conceitos de números complexos entre as diversas aritméticas, ora aquelas que fugiam ao sistema métrico decimal, ora aquelas que mobilizavam duas unidades de medidas. Concluímos que, de uma forma geral, com o passar do tempo, tal assunto perdeu a razão de existir na cultura da matemática escolar, restando apenas resquícios.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5965/2357724X06122018094