Mesofauna de solo construído em área de mineração de carvão

Luís Carlos Iuñes Oliveira Filho, Dilmar Baretta, Cristiane Manfroi Viapiana, Julio Cesar Pires Santos

Resumo


O objetivo foi avaliar a presença da mesofauna edáfica em solos construídos após a mineração de carvão a céu aberto na região de Lauro Müller, SC, Brasil. Utilizou-se a área experimental da Mina do Apertado e duas áreas de referência (campo naturalizado e mata nativa). A fauna do solo foi coletada utilizando-se de um cilindro metálico de 17 cm de diâmetro, na profundidade de 5 cm, e a extração foi realizada pelo método de Berlese modificado, seguido da identificação dos organismos. A mesofauna foi avaliada pela densidade de indivíduos e riqueza de grupos submetidos à análise de variância e análise multivariada dos dados através da análise de correspondência. Ao total foram encontrados 19 táxons, sendo que Acari, Collembola e Formicidae apresentaram as maiores densidades. A análise de correspondência evidenciou clara separação dos locais antropizados (Mina do Apertado e campo naturalizado) da área de referência (mata nativa). Os modelos de recuperação da Mina do Apertado apresentaram grupos semelhantes à referência mata nativa, satisfazendo os serviços do ecossistema prestados por eles, promovendo um ambiente adequado para os grupos da mesofauna edáfica.

Palavras-chave


bioindicadores, fauna edáfica, análise multivariada.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


______________________________________________________________________________________________________________________________

Revista de Ciências Agroveterinárias (Rev. Ciênc. Agrovet.), Lages, SC, Brasil        ISSN 2238-1171