Efeitos da granulometria nas características físicas dos substratos de coco e de pinus

Carlos Vinícius Garcia Barreto, Roberto Testezlaf

Resumo


O desempenho da produção vegetal em recipientes requer o conhecimento adequado das características dos substratos que possuem função importante de suporte ao sistema radicular das plantas e de propiciar umidade adequada ao seu crescimento. A fonte primária do substrato define diferentes características físicas ao meio de crescimento. Com o objetivo de indicar um substrato com atributos físicos adequados para utilização na irrigação por capilaridade, avaliaram-se os efeitos de duas granulometrias (fina e grossa) de substratos de fibra de coco e de pinus nas características físicas relacionadas à retenção de água. Para ambos os substratos, empregaram-se os métodos de porômetro e de análise granulométrica, sendo que, no caso dos substratos de coco, adicionou-se também a separação gravitacional de partículas. Os resultados indicaram que o substrato de coco com maior granulometria mostrou-se deficiente para processos de molhamento por ascensão capilar, devido à maior porosidade gerada pela constituição fibrosa. Os substratos com menor tamanho médio de partículas e menor percentual de fibras favoreceram os processos de armazenamento de água e, consequentemente, os processos de ascensão capilar. O substrato fino de coco apresentou maior aeração com alta capacidade de retenção de água.

Palavras-chave


Produção em tubetes, Retenção de água, Ambiente protegido, Aeração.

Texto completo:

PDF (English)

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


______________________________________________________________________________________________________________________________

Revista de Ciências Agroveterinárias (Rev. Ciênc. Agrovet.), Lages, SC, Brasil        ISSN 2238-1171