Efeito do soro de cães portadores de insuficiência renal sobre a apoptose e o metabolismo oxidativo dos polimorfonucleares

Tatiane de Sousa Barbosa, Carolina Kimie Mori, Paulo César Ciarlini

Resumo


Nos últimos anos, as toxinas urêmicas têm sido amplamente investigadas como elemento imunossupressor em pacientes nefropatas. Este trabalho objetivou testar a hipótese de que, à semelhança do que ocorre em humanos, a taxa de apoptose e a produção de superóxido em leucócitos polimorfonucleares de cães tratados com soro urêmico se alteram. Foi comparada a produção de superóxido e o índice apoptótico de leucócitos polimorfonucleares de 10 cães sadios incubados com o soro autólogo e homólogo de indivíduos sadios e urêmicos. Com isso, verificou-se efeito parcial de inibição do metabolismo oxidativo na uremia sem correlação com a aceleração da apoptose dos leucócitos polimorfonucleares de cães.

Palavras-chave


Explosão respiratória, Morte celular programada, Leucócitos, Superóxido.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


______________________________________________________________________________________________________________________________

Revista de Ciências Agroveterinárias (Rev. Ciênc. Agrovet.), Lages, SC, Brasil        ISSN 2238-1171