Determinação de matéria seca em alimentos para uso animal por meio do forno microondas e Koster Tester

Ricardo Ferreira Godinho, Rita de Cássia Ribeiro Carvalho, Eliel Alves Ferreira

Resumo


O conhecimento do consumo de matéria seca pelo animal é o primeiro passo para a formulação de dietas para vacas leiteiras. Há variedade de equipamentos e métodos que podem ser usados para secar alimentos, cada qual com vantagens e desvantagens para serem utilizados em propriedades rurais. O objetivo deste trabalho foi identifi car e avaliar uma metodologia para quantificação do teor de umidade e matéria seca em alimentos de uso animal, viável de ser adotada em fazendas. Foi utilizado o Koster Tester e o forno microondas, com e sem o uso de recipiente com água, recomendado normalmente para evitar a queima da amostra, para determinação da matéria seca de silagem de milho planta inteira, silagem de grão úmido de milho e de dieta completa. Na determinação da matéria seca do grão úmido, o Koster se mostrou mais preciso quando comparado ao forno microondas com ou sem recipiente com água. Para as amostras da dieta completa e silagem de milho planta inteira, o forno microondas sem recipiente com água se mostrou mais preciso, seguido pelo Koster. O uso do forno microondas como meio de obtenção do teor de matéria seca mostrou-se mais efi ciente que o Koster, sendo fácil, prático e viável o seu uso em fazendas. O não uso do recipiente com água no método do forno microondas, proporcionou maior extração de água de todas as amostras.

Palavras-chave


Alimentação animal, Nutrição animal, Testes em fazenda, Umidade.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


______________________________________________________________________________________________________________________________

Revista de Ciências Agroveterinárias (Rev. Ciênc. Agrovet.), Lages, SC, Brasil        ISSN 2238-1171