Avaliação de tratamentos alternativos para o controle do Acanthoscelides obtectus (Say) (Coleoptera: Bruchidae)

Alvimar Bavaresco

Resumo


O caruncho-do-feijão Acanthoscelides obtectus (Say) (Coleoptera: Bruchidae) pode causar grandes prejuízos aos grãos e sementes de feijão armazenado, comprometendo a sua qualidade alimentícia e a sua utilização para formação de novas lavouras. Os danos da praga podem atingir 100% do produto armazenado. O objetivo deste trabalho foi avaliar a eficácia de tratamentos alternativos com terra diatomácea (Insecto® e Bugram Protect®, 1 g/Kg), cal hidratada (6 g/Kg), calcário dolomítico (200 g/ Kg), cinza de madeira (200 g/Kg), areia (200 g/Kg), munha (resíduo da trilha do feijão, 200 g/Kg), óleo de nim 1% (5,0 mL/Kg) e óleo de soja (2,5 mL/Kg) no controle do A. obtectus em feijão armazenado. A terra diatomácea (Insecto® e Bugram Protect®), a cinza de madeira, a cal hidratada e o calcário dolomítico causaram elevada mortalidade de adultos do A. obtectus 96 horas após o tratamento, proporcionando eficácia de controle de 93,8% a 100,0%. Estes produtos também protegeram eficientemente o feijão por um período de armazenamento de 240 dias, evitando os danos do caruncho. A munha e o óleo de soja não foram eficientes contra o caruncho-do-feijão, enquanto que o óleo de nim e a areia apresentaram um comportamento intermediário, reduzindo o aumento populacional e o dano do inseto em relação à testemunha.

Palavras-chave


Phaseolus vulgaris, Insecta, caruncho-do-feijão, agricultura orgânica.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


______________________________________________________________________________________________________________________________

Revista de Ciências Agroveterinárias (Rev. Ciênc. Agrovet.), Lages, SC, Brasil        ISSN 2238-1171