Adaptação de plantas aromáticas sob cultivo orgânico no Planalto Norte Catarinense

Ana Lúcia Hanisch, Airton Rodrigues Salerno, José Alfredo da Fonseca

Resumo


Este trabalho foi implantado para avaliar a adaptação de capim-limão (Cymbopogon citratus (D.C.) Stapf), citronela (C. winterianus Jowit), palma-rosa (C. martinii Stapf), capim-limão gigante (C. flexuosus) e patchuli (Pogostemum cablin (Blanco) Bent) às condições climáticas do Planalto Norte Catarinense. O ensaio foi instalado em dezembro de 2006, na cidade de Canoinhas. O delineamento experimental usado foi de blocos casualizados, com três repetições. Realizou-se o plantio em covas, com espaçamentos de acordo com as espécies. O solo foi fertilizado com a aplicação de 100g de fosfato natural e 1000g de cama de aviário por cova. Foram avaliados o crescimento em altura e o percentual de plantas vivas em seis períodos: um no verão, três no inverno e dois na primavera de 2007. A palma-rosa, a citronela e o capim-limão apresentaram alto índice de sobrevivência e crescimento adequado em altura durante os primeiros cinco meses após o plantio. Todas as espécies sofreram danos severos com as geadas no inverno, não rebrotando na primavera de 2007. Dessa forma, as cinco espécies não apresentaram adaptação ao cultivo comercial nas condições climáticas da região.

Palavras-chave


plantas aromáticas, cultivo orgânico, patchuli, citronela, palma-rosa.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


______________________________________________________________________________________________________________________________

Revista de Ciências Agroveterinárias (Rev. Ciênc. Agrovet.), Lages, SC, Brasil        ISSN 2238-1171