Zeólitas como materiais alternativos para remoção de Zn+2 de soluções aquosas

Tatiana Arruda Correia, Mari Lucia Campos, Jaime Antônio de Almeida, David José Miquelluti, Maurício César de Souza

Resumo


Este trabalho teve como objetivo avaliar a capacidade de remoção de zinco em materiais zeolíticos disponíveis na região do Planalto Catarinense (Zeobasalto), comparando sua eficiência com uma zeólita comercial proveniente de Cuba (Zeopura). Os estudos de capacidade de remoção de Zn pelas zeólitas foram divididos em três etapas: (i) sem alteração da força iônica e sem alteração do valor de pH da solução; (ii) sem alteração da força iônica da solução em dois valores de pH 4,5 e 5,5; e (iii) remoção de Zn na presença de Cd e Cu. Não houve diferença estatística entre as duas zeólitas para porcentagem média de remoção de Zn (98%), em pH 8,3. A porcentagem adsorvida de Zn não foi influenciada pelo aumento do pH de 4,5 para 5,5. A presença de Cd e Cu não influenciou a porcentagem removida de Zn.

Palavras-chave


Remoção; Tratamento de efluentes; Zeólitas; Zinco.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


______________________________________________________________________________________________________________________________

Revista de Ciências Agroveterinárias (Rev. Ciênc. Agrovet.), Lages, SC, Brasil        ISSN 2238-1171