Propriedades físicas e carbono orgânico do solo sob plantio direto comparados à mata natural, num Cambissolo Háplico

Rodrigo Vieira Luciano, Ildegardis Bertol, Fabrício Tondello Barbosa, Claudinei Kurtz, Jamil Abdalla Fayad

Resumo


A qualidade física do solo está relacionada com o seu uso e manejo e com o teor de carbono orgânico do mesmo. O presente trabalho objetivou avaliar o efeito do período de tempo de adoção do sistema de plantio direto cultivado com fumo e cebola, comparativamente à mata natural, sobre alguns atributos físicos do solo, teor de carbono orgânico e infiltração de água no solo. O estudo foi conduzido em 2007, no município de Ituporanga, SC, em áreas de lavoura manejada sob plantio direto durante cinco, dois e um ano, e numa área de mata natural, num Cambissolo Háplico. O uso com lavouras modificou os atributos físicos do solo em relação aos da mata natural. A taxa infiltração de água foi mais influenciada pelo uso e manejo do solo do que os demais atributos, com valores de taxa constante iguais a 72 mm h-1 na mata e 2 mm h-1 a 8 mm h-1 nas lavouras. O preparo convencional do solo adotado antes do plantio direto e o período de tempo de condução do plantio direto influenciaram a porosidade, a estabilidade de agregados, a resistência ao penetrômetro e a taxa inicial de infiltração de água. A resistência do solo ao penetrômetro e a densidade do solo apresentaram relação inversa com o teor de carbono orgânico do solo.

Palavras-chave


Física do solo; Porosidade do solo; Infiltração de água no solo.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


______________________________________________________________________________________________________________________________

Revista de Ciências Agroveterinárias (Rev. Ciênc. Agrovet.), Lages, SC, Brasil        ISSN 2238-1171