Crescimento do feijoeiro cv. IAC Carioca Tybatã em função da adubação fosfatada

Claudemir Zucareli, Edson Ulisses Ramos Junior, Mariana Alves de Oliveira, Cláudio Cavariani, João Nakagawa

Resumo


O trabalho teve o objetivo de avaliar, mediante análise de crescimento, o comportamento da cultivar de feijão IAC Carioca Tybatã, cultivado na “safra das águas”, sob diferentes doses de fósforo aplicadas via solo. Adotou-se o delineamento experimental em blocos casualisados, com seis tratamentos e cinco repetições. Foram aplicadas as doses de 0, 30, 60, 90, 120 e 150 de kg ha-1 de P2O5, utilizando como fonte de fósforo o superfosfato triplo. Foram avaliados os índices biométricos obtendo-se a área foliar (cm2 planta-1) e a massa de matéria seca (g plântulas-1). Os índices fi siológicos: taxa de crescimento da cultura (g m-2 dia-1); taxa de crescimento relativo (g g-1 dia-1); taxa de assimilação líquida (g m-2 dia-1); razão de área foliar (cm2 g-1) e área foliar específica (cm2 g-1) foram obtidos mediante análise de crescimento funcional. Os dados dos índices biométricos foram submetidos à análise de variância e estudo de regressão. O incremento das doses de fósforo aplicadas via solo favorece o aumento da massa seca total e o índice de área foliar do feijoeiro cv. IAC Carioca Tybatã. A massa de matéria seca tem aumento constante durante todo o ciclo da cultura e o índice de área foliar atinge o ponto de máxima aos 97 dias após a emergência. A adubação fosfatada promove maior taxa de crescimento relativo no início do desenvolvimento da planta, maior taxa de crescimento da cultura e redução do ciclo da cultura.

Palavras-chave


Phaseolus vulgaris; Índices biométricos; Índices fisiológicos; Fósforo.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


______________________________________________________________________________________________________________________________

Revista de Ciências Agroveterinárias (Rev. Ciênc. Agrovet.), Lages, SC, Brasil        ISSN 2238-1171