Crescimento de novilhas mestiças das raças Holandesa e Jersey em comparação ao Holandês

Rafael Sachet Rodrigues, André Thaler Neto, Luiz Fernando Nodari, Jean Gabriel Dal Pizzol, André Luiz Garcia Dias

Resumo


A produção de leite nas regiões de clima subtropical tem sido baseada em raças leiteiras especializadas. Recentemente, no Sul do Brasil, vem aumentando a utilização de cruzamentos entre raças leiteiras e motivaram o presente trabalho. O objetivo deste trabalho foi comparar o desenvolvimento de novilhas mestiças Holandês x Jersey em relação às novilhas puras Holandês. As avaliações foram feitas em três rebanhos nos estados de Santa Catarina e Paraná, que possuem animais da raça Holandesa e mestiços Holandês x Jersey. Os indicadores de crescimento utilizados foram altura à cernelha e peso, estimado a partir do perímetro torácico. Foram analisadas 427 mensurações de 133 novilhas dos dois aos 24 meses de idade, no período de fevereiro de 2008 a janeiro de 2009. As fêmeas foram agrupadas em três grupamentos genéticos (Holandês, ¾ e ⅝ Holandês e ½ Holandês x Jersey - F1) e os dados submetidos à análise de variância. As novilhas da raça Holandesa superaram as mestiças em peso e altura à cernelha, porém, não houve diferença entre os grupamentos F1 e ¾ e ⅝ Holandês. As médias ± erros-padrão para peso foram de 278,1±2,95, 253,1±2,63 e 250,1±4,36 e para altura à cernelha foram 119,1±0,40, 113,1±0,36 e 111,9±0,60, respectivamente, para Holandês, ¾ e ⅝ Holandês e F1. Houve interação entre os efeitos dos grupamentos genéticos e da idade dos animais sobre o peso e altura. A partir das equações de regressão do efeito da idade sobre o peso, estimadas para cada grupamento genético, pode-se estimar para novilhas F1 pesos equivalentes a aproximadamente 84 e 89% do peso das puras Holandês aos 15 e 24 meses, respectivamente, e para as ⅝ e ¾ Holandês de 91 e 87%, respectivamente. Conclui-se que bezerras e novilhas mestiças Holandês x Jersey apresentam crescimento menos acelerado em relação às puras Holandês, devendo ser manejadas diferentemente, especialmente quanto ao peso à inseminação.

Palavras-chave


Altura à cernelha; Cruzamento; Bovino de leite; Peso vivo.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


______________________________________________________________________________________________________________________________

Revista de Ciências Agroveterinárias (Rev. Ciênc. Agrovet.), Lages, SC, Brasil        ISSN 2238-1171