Propriedades físicas e químicas da madeira de cerne e alburno de Cryptomeria japonica

Ana Paula Namikata Fonte, Rosilani Trianoski, Setsuo Iwakiri, Rui André Maggi dos Anjos

Resumo


O estudo das propriedades físicas e a composição química da madeira são de grande importância por estarem relacionadas à transformação industrial, bem como à sua aptidão as mais variadas formas de utilização. Com base nisto, o presente estudo objetivou avaliar as propriedades químicas e físicas da Cryptomeria japonica nas porções do lenho referentes ao cerne e alburno. Foram coletadas 200 árvores, as quais foram seccionadas em toras para o desdobro, sendo então, amostradas 55 tábuas provenientes das 1ª e 2ª toras. A partir das tábuas foram separadas amostras da região do cerne e do alburno para a avaliação das propriedades químicas e físicas. As propriedades químicas foram determinadas de acordo com a norma TAPPI, sendo elas: teor de extrativos, teor de lignina, teor de materiais inorgânicos e potencial hidrogeniônico (pH). Já as propriedades físicas avaliadas foram a massa específica e estabilidade dimensional, ambas de acordo com a norma COPANT. De maneira geral, ambas as porções do lenho apresentaram propriedades químicas compatíveis com a literatura para a Cryptomeria japonica, com menores valores na porção do alburno. Em relação às propriedades físicas, a espécie apresentou massa específica de baixa a média, sendo ela semelhante para ambas as porções do lenho, e boa estabilidade dimensional. Com base nas pequenas variações encontradas entre as diferentes porções, principalmente nas propriedades físicas, acredita-se que haverá pouca influência desta variabilidade sobre o processamento e uso da madeira de Cryptomeria japonica.

Palavras-chave


massa específica, retratibilidade, anisotropia, extrativos.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5965/223811711632017277

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


______________________________________________________________________________________________________________________________

Revista de Ciências Agroveterinárias (Rev. Ciênc. Agrovet.), Lages, SC, Brasil        ISSN 2238-1171