Controle químico de buva resistente a glyphosate é mais eficaz no pré-florescimento ou no rebrote?

Liese de Vargas Pereira, Leonardo Bianco de Carvalho, Taísa Dal Magro

Resumo


Para testar a eficácia de herbicidas alternativos no controle de Conyza bonariensis resistente a glyphosate em diferentes estádios de crescimento, conduziu-se um experimento em pomar de maçã, em esquema fatorial 2x5, sendo: (i) dois estádios – pré-florescimento e rebrote; e (ii) cinco herbicidas – glyphosate, glufosinate, bentazon, diquat e glyphosate+saflufenacil. Basagran, diquat e glyphosate+saflufenacil não foram eficazes no controle de C. bonariensis em pré-florescimento. Glufosinate, diquat, bentazon e glyphosate+saflufenacil controlaram plantas de C. bonariensis em rebrote. Somente glufosinate apresentou controle eficaz (>90%) de C. bonariensis em pré-florescimento e em rebrote. Em geral, o controle de C. bonariensis é mais eficaz no rebrote.

Palavras-chave


Conyza bonariensis, herbicidas, estádio de crescimento.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5965/223811711532016277

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


______________________________________________________________________________________________________________________________

Revista de Ciências Agroveterinárias (Rev. Ciênc. Agrovet.), Lages, SC, Brasil        ISSN 2238-1171