Efeito de palhadas e métodos de irrigações na supressão de plantas daninhas

Naiara Guerra, Antonio Mendes de Oliveira Neto, Rodrigo Flora, Angélica Guerra, Leandro Meert, Eduardo Leonel Bottega

Resumo


Dois experimentos foram conduzidos com o objetivo de avaliar a influência de palhadas de diferentes culturas submetidas a dois métodos de irrigação na supressão do desenvolvimento das plantas daninhas Ipomoea triloba e Euphorbia heterophylla. Os ensaios foram conduzidos no campus da Faculdade Integrado de Campo Mourão – PR durante os meses de setembro e outubro de 2014. Os tratamentos foram dispostos em esquema fatorial 2x6, o primeiro fator foi representado por dois métodos de irrigação, sendo estes superficial e subsuperficial e o segundo por cinco tipos de palha (girassol, nabo forrageiro, aveia, feijão e trigo) e uma testemunha sem a presença de palhada. Foram realizadas avaliações de número de plantas e número de folhas de I. triloba e E. heterophylla aos 7, 14, 21 e 28 DAA, sendo que na última avalição foi realizada a coleta da parte área da planta para obtenção da massa seca. De maneira geral, verificou-se que as palhadas de nabo forrageiro, aveia, feijão e trigo, quando recebem irrigação superficial, promovem menor desenvolvimento das plantas de corda-de-viola e menor acúmulo de massa seca para as plantas de leiteiro.

Palavras-chave


Alelopatia; Euphorbia heterophylla; Ipomoea triloba; Plantio direto.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5965/223811711432015240

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


______________________________________________________________________________________________________________________________

Revista de Ciências Agroveterinárias (Rev. Ciênc. Agrovet.), Lages, SC, Brasil        ISSN 2238-1171