Eficiência de diferentes protocolos de extração de DNA em macieira

Thyana Lays Brancher, Maraisa Crestani Hawerroth, Marcus Vinícius Kvitschal, Danielle Caroline Manenti

Resumo


Existem diversos protocolos para a extração de DNA vegetal, que proporcionam concentrações e qualidade variáveis de DNA em função da interação entre os componentes das soluções de extração e os compostos dos tecidos vegetais interferentes, como polifenois e proteínas. O objetivo da realização do trabalho foi testar a eficiência de protocolos de extração de DNA a partir de folhas de macieira. Testou-se três protocolos de extração de DNA: Kit FastDNA® SPIN da MP Biomedicals; adaptação a partir do Mini Kit DNeasy® Plant da Qiagen; adaptação do protocolo CTAB. Foram utilizadas folhas jovens frescas e congeladas dos genótipos M-10/09, SCS426 Venice e SCS427 Elenise. A pureza e a concentração das amostras de DNA obtidas foram analisadas em espectrofotômetro. O DNA foi testado via reações de PCR com o iniciador SAND, que acessa uma região do genoma da macieira associada a um fator de transcrição. As maiores concentrações de DNA foram proporcionadas pelo protocolo CTAB adaptado. Já quanto à pureza, considerou-se satisfatório o protocolo adaptado a partir do Mini Kit DNeasy® Plant e o CTAB adaptado, enquanto que todos os protocolos foram eficientes para a amplificação dos fragmentos alvo via reações de PCR. Dessa forma, os três protocolos podem ser utilizados para a extração de DNA de macieira a partir de folhas. Contudo, com a utilização do protocolo CTAB observou-se elevada eficácia, em razão da maior qualidade e concentração de DNA extraído, além do menor custo relativo no processo de extração.


Palavras-chave


Malus domestica, biologia molecular, tecido foliar, reação em cadeia da polimerase.

Texto completo:

PDF

Referências


ANTANAVICIUTE L et al. 2015. An inexpensive and rapid genomic DNA extraction protocol for rosaceous species. Journal of Horticultural Science and Biotechnology 90: 427-432.

AUBAKIROVA K et al. 2014. Evaluation of five protocols for DNA extraction from leaves of Malus sieversii, Vitis vinifera, and Armeniaca vulgaris. Genetics and Molecular Research 13: 1278-1287.

BAUMGARTNER IO et al. 2016. Development of SNP-based assays for disease resistance and fruit quality traits in apple (Malus × domestica Borkh.) and validation in breeding pilot studies. Tree Genetics & Genomes 12:35.

BIANCO L et al. 2014. Development and validation of a 20K single nucleotide polymorphism (SNP) whole genome genotyping array for apple (Malus x domestica Borkh). Plos One 9: 1-9.

CHENG FS et al. 1997. A DNA extraction protocol from various tissues in woody species. HortScience 32: 921-922.

CUSIN R et al. 2017. New biotechnological tools to accelerate scab-resistance trait transfer to apple. Genetics and Molecular Biology 40: 305-311.

DESJARDINS P & CONKLIN D. 2010. NanoDrop microvolume quantitation of nucleic acids. Journal of Visualized Experiments 45: 2565.

EDGE-GARZA DA et al. 2014. A high-throughput and cost-efficient DNA extraction protocol for the tree fruit crops of apple, sweet cherry, and peach relying on silica beads during tissue sampling. Molecular Breeding 34: 2225-2228.

FAOSTAT. 2014. Food and Agriculture Organization of The United Nations Statistics Database. Prodution/Crops. Disponível em: http://www.fao.org/faostat/en/#data/QC. Acesso em: 24 jul. 2017.

GUAN Y et al. 2015. QTLs detected for individual sugars and soluble solids content in apple. Molecular Breeding 35: 1-13.

LEFORT F & DOUGLAS GC. 1999. An efficient micro-method of DNA isolation from mature leaves of four hardwood tree species Acer, Fraxinus, Prunus and Quercus. Annals of Forest Science 56: 259-263.

MPBIO. 2016. Application manual FastDNA® SPIN Kit. Disponível em: https://www.mpbio.com/includes/protocol/FastDNA%20SPIN%20kit.pdf. Acesso em: 24 jul. 2017.

PERINI P et al. 2014. Reference genes for transcriptional analysis of flowering and fruit ripening stages in apple (Malus × domestica Borkh.). Molecular Breeding 34: 829-842.

REVERS LF et al. 2006. Uso prático de marcadores moleculares para seleção assistida no melhoramento de uvas de mesa apirênicas. Revista Brasileira de Fruticultura 28: 104-108.

ZHANG XJ et al. 2014. A and MdMYB1 allele-specific markers controlling apple (Malus x domestica Borkh.) skin color and suitability for marker-assisted selection. Genetics and Molecular Research 13: 9103-9114.




DOI: http://dx.doi.org/10.5965/223811711732018361

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


______________________________________________________________________________________________________________________________

Revista de Ciências Agroveterinárias (Rev. Ciênc. Agrovet.), Lages, SC, Brasil        ISSN 2238-1171